Em sua 5º edição, Mirada 2018 leva a Santos série de ações formativas

Compartilhar :  

Postado em: 31 / 08 / 2018 [12:11 pm]

Além dos 41 espetáculos de teatro e dança, a 5ª edição do MIRADA – Festival Ibero-Americano de Artes Cênicas, realiza ações formativas que representam e reverberam a produção teatral da América Latina, Portugal e Espanha. Além da mostra de teatro e dança, em paralelo, acontece de 5 a 15 de setembro na Baixada Santista, uma programação paralela com discussões, intercâmbios, trocas de experiências, reflexões sobre o fazer teatral, entre outras atividades que ajudam a promover o diálogo entre artistas, pesquisadores curadores, jornalistas e público.

 

Mesas-redondas, oficinas, residências, exibição de filmes, laboratório audiovisual e abertura de processos, foram especialmente pensados pelo diretor teatral André Guerreiro Lopes e pela dramaturga Dione Carlos em conjunto com a equipe Sesc. Todas as atividades são gratuitas e serão realizadas no Sesc Santos e em outros espaços da cidade.

 

Encontros e trocas

 

Serão realizados sete mesas de conversa com a participação de artistas que integram esta edição do MIRADA, além de artistas e acadêmicos convidados. Eles discutirão temas como a herança colonial latino-americana na elaboração teatral, com Pedro Kosovski, Gustavo Colombini e Nicolás Espinoza, à luz de suas obras Guanabara Canibal, Colônia e NIMBY; o corpo como matéria dramatúrgica, com os colombianos Jorge Bernal e Walter Antonio Cobos, de Super Tejido Limbo, o diretor argentino Edgardo Mercado, de Topologías para Cuerpos Infinitamente Inconquistables, e os diretores Artur Ribeiro e André Curti, da Cia. Dos a Deux.

 

As diretoras Claudia Tangoa (Ñaña) e Conchi León (Del Manantial del Corazón) compartilham suas visões sobre a voz da mulher. Enquanto na memória herdada dos governos totalitários é tema do encontro de Fabio Rubiano Orjuela, diretor do grupo colombiano Teatro Petra; a diretora Lucero Millán, do coletivo nicaraguense Teatro Justo Ruffino Guaray; a dramaturga Sara Pinheiro e a atriz Natália Santos, ambas do espetáculo Cine Splendid.

 

São temas das mesas ainda “Oralitura: poéticas da Oralidade”, “Curadoria: Relatos de Resistência e Invenção” e “Autoficções em Cena”.

 

Além de refletir sobre as temáticas colocadas na programação, o MIRADA apresenta uma série de oficinas, que trazem, sob orientação de especialistas, a chance do participante se expressar. Artistas da Baixada Santista, que participam do projeto “Manufatura de Monólogos”, apresentam ao público os processos de criação. Tais pesquisas são fruto do trabalho de investigação ao longo de três meses, sob a orientação dos diretores Nelson Baskerville (A Vida), e Luiz Fernando Marques (Hoje o Escuro vai Atrasar Para Que Possamos Conversar).  A oficina partiu de duas questões sobre qual a estrutura mínima necessária para a realização teatral, e que profissionais e campos de conhecimento são imprescindíveis para gerar uma obra.

 

A portuguesa Joana Craveiro (Um Museu Vivo de Memórias Pequenas e Esquecidas) desenvolve, junto aos participantes, as matérias que estão na origem de seu trabalho: memória política, histórias de vida e sua ligação às histórias dos lugares. Já a chilena Marcela Salinas (Estado Vegetal) parte do conceito de monólogo polifônico para trabalhar questões referentes à conscientização corporal. Também com foco no trabalho corporal, o coletivo Dual Cena Contemporânea (Chulos) expõe o conceito de corpo-festa relacionado à Folia de Reis.

 

A partir do intercâmbio entre dois coletivos de dança – o colombiano Sankofa (La Ciudad de los Otros) e o paulistano Sansacroma – o MIRADA promove a vivência Sansacroma e Sankofa: Poéticas do Corpo Negro”. A criação artística desse encontro poderá ser conferida pelo público em duas ocasiões: 8 e 9 de setembro, ambas com entradas gratuitas.

 

Na oficina “O Corpo Topologicamente Interpelado”, profissionais brasileiros de dança e performance, selecionados previamente mediante inscrição, terão a oportunidade de compartilhar com o argentino Edgardo Mercado (Topologías para Cuerpos Infinitamente Inconquistables) o trabalho de pesquisa, reflexão e experimentação de sua obra.

 

Os processos criativos e suas reverberações também ganham espaço nessa edição. O processo criativo e a pesquisa de linguagem desenvolvidos para a criação do Projeto Provas serão expostos ao público pelo diretor argentino Matías Feldman (El Ritmo (Prova 5)).

 

A anatomia da violência na Colômbia e suas implicações e reflexos no trabalho da cia Mapa Teatro será colocada em discussão pelos irmãos Heidi e Rolf Abderhalden, que terão a oportunidade de contar ao público brasileiro o que os levaram a problematizar e elaborar artisticamente no trabalho do grupo.

 

Criadores do espetáculo brasileiro Vou Voltar, do grupo Ponto de Partida, e integrantes do grupo uruguaio El Galpón, cujos depoimentos integram a dramaturgia, debatem sobre a obra no dia 09, após final do espetáculo.

 

Para ver

 

Um mosaico poético-documental com o registro das atividades formativas desta edição do Mirada vai ser criado a partir do Casulo – Laboratório Audiovisual Querô. Coordenado pelo Núcleo Querô, a atividade tem como mentor o cineasta Lucas Bambozzi e poderá ser conferida na Toca do Sesc Santos.

 

Haverá também a exibição do documentário No se Mira Impunemente, de Cristiano Burlan, gravado na edição 2016 do MIRADA, com imagens da cidade de Santos, registros dos espetáculos e depoimentos dos participantes do festival.

 

O Festival

 

Criado em 2010 para evidenciar a pluralidade de estéticas e as pesquisas nas artes cênicas dos países da América Latina e Península Ibérica, o MIRADA chega à sua quinta edição reforçando as similaridades e pluralidades que se estabelecem entre a produção desses países na cidade de Santos, que carrega, além de sua beleza natural, a vocação de palco perfeito para evidenciar e proporcionar o intercâmbio entre os povos.

 

MIRADA – FESTIVAL IBERO-AMERICANO DE ARTES CÊNICAS

5 a 15 de setembro

 

INGRESSOS

Ingressos à venda no Portal sescsp.org.br, e nas bilheterias das unidades do Sesc. Consulte a limitação de ingressos à venda por pessoa.

 

O ingresso comprado nas bilheterias das unidades não será devolvido ou trocado para outro horário, dia ou espetáculo.

 

Os espetáculos para crianças terão venda de ingressos apenas nas bilheterias das unidades do Sesc. Crianças até 12 anos não pagam, mas devem retirar ingressos com antecedência.

 

No Sesc Santos, a compra de ingressos pode ser feita de terça a sexta, das 9h às 21h30. Sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h30.

 

Nos dias das atividades nos espaços C.A.I.S. Vila Mathias, Casa Rosada (SABESP), Teatro Armênio Mendes - Centro Cultural Português, Teatro Brás Cubas, Teatro Coliseu e Teatro Guarany, os ingressos estarão à venda nos locais, com uma hora de antecedência.


COMPROVANTE PARA INGRESSOS COM DESCONTO

Credencial plena do Sesc válida; carteirinha de estudante, carteirinha escolar do ano ou semestre em vigor, comprovante de matrícula ou de pagamento de mensalidade; carteira funcional ou holerite para servidor de escola pública; comprovante de aposentadoria, comprovante ID Jovem e documento de identidade para pessoas com mais de 60 anos. Caso não seja comprovado o desconto, será necessário complementar o valor do ingresso.

 

FORMAS DE PAGAMENTO

Dinheiro, cartões Visa, Visa Electron, Mastercard, Maestro, Redeshop, Diners Club International e Vale Cultura (Ticket Cultura, Sodexo e Alelo).

 

RECOMENDAÇÃO ETÁRIA

Confira antecipadamente a classificação indicativa de cada atividade. Nas apresentações classificadas como não recomendadas para menores de 18 anos, não será admitida a entrada de menores de 18 anos, mesmo que acompanhados de pais ou responsáveis.

 

VARIAÇÕES CLIMÁTICAS

Atividades apresentadas ao ar livre poderão ser alteradas ou canceladas em caso de variações climáticas que prejudiquem sua execução. Informe-se em sescsp.org.br/mirada ou no Sesc Santos.

 

sescsp.org.br/mirada

 

Materiais para Imprensa disponíveis em: http://bit.ly/Mirada2018_Press_Kit

Documentário No Se Mira Impunemente (sobre o MIRADA 2016): http://bit.ly/NoSeMiraImpunemente

 

Informações à Imprensa:

Fonte: Assessoria de Imprensa MIRADA 2018