Claudio Botelho e Charles Möeller farão montagem brasileira de "Mamma Mia!" este ano

Compartilhar :  

Postado em: 08 / 01 / 2019 [01:28 am]

 
 
Um dos musicais mais queridos dos últimos tempos está a ponto de voltar ao Brasil. Em meio aos festejos de final de ano, foi publicada uma nota na coluna do jornalista Lauro Jardim, do O Globo, a respeito da produção de “Mamma Mia!”, espetáculo com canções do grupo ABBA e que conta a história de uma jovem em busca de conhecer o seu pai. Segundo a reportagem do jornal, a nova produção será assinada por Claudio Botelho e Charles Möeller e já recebeu autorização pelo então Ministério da Cultura para captar R$5,6 milhões para realização.
 
A estreia está prevista para esse ano ainda.
 
A cativante história embalada por canções marcantes do grupo sueco, como “The Winner Takes It All”, “Dancing Queen” e “Voulez-Vous” estreou originalmente nos palcos de Londres em 1999, chegando à Broadway em 2001. O sucesso foi tamanho, que rendeu uma adaptação cinematográfica em 2008, com Meryl Streep, Amanda Seyfried e Pierce Brosnan e uma continuação, “Mamma Mia! – Lá Vamos Nós de Novo“, que chegou às grandes telas em 2018 e teve a participação da cantora Cher.
 
No Brasil, o espetáculo foi montado pelas mãos da produtora T4F no palco do Teatro Abril (hoje, Renault) em 2010, com Kiara Sasso no papel da protagonista Donna, mãe da jovem Sophie, interpretada por Pati Amoroso. Outros nomes conhecidos que fizeram parte da produção foram Saulo Vasconcelos, Cleto Bacicc, Andrezza Massei, Rachel Ripani, Thiago Machado e Carlos Arruzza.
 
A partir desse ponto, é possível projetar algumas diferenças entre a produções de 2010 e a vindoura. Enquanto a T4F foca no formato “réplica” – quando o musical segue um “cartilha” estrangeira com o objetivo de produzir no espectador a mesma sensação de estar assistindo ao musical no exterior – a dupla Möeller Botelho é conhecida por suas produções de caráter ‘autoral’, com mais liberdade estética. Para efeito de curiosidade, vale lembrar que Botelho assinou as versões da primeira montagem, em São Paulo.
 
Fonte: A Broadway É Aqui!